17 de dez de 2008

As 13 Virtudes de Benjamin Franklin

Em vida, Benjamin Franklin dizia guiar suas ações por esses 13 eixos, 1 por semana, como ele descreve em sua autobiografia, mas confessa que seus erros humanos o impediram de concretizar os julgamentos visados por essas virtudes. Porém, ele deixa claramente afirmado no seu texto que apenas tentar já bastou a ele para levar uma vida mais feliz e segura, concluindo: "I hope, therefore, that some of my descendants may follow the example and reap the benefit".

"
Temperância - Comer e beber até a satisfação, não mais.
Silêncio - Apenas falar quando necessário para o bem alheio ou próprio.
Ordem - Deixar as coisas assumirem seus lugares e tempos apropriados.
Resolução - Não procrastinar e sempre atuar perfeitamente de acordo com seus planos.
Frugalidade (hehehe... frugalidade... ah, vá, não diga que você não acha 'frugalidade' uma palavra engraçada...) - Gastar apenas em prol do útil, sem desperdícios.
Indústria - Estar sempre dedicado a algo proveitoso, eliminar atos inúteis.
Sinceridade - Não enganar-se nem a outros, expor seu coração na fala.
Justiça - Não negar o que é de direito a ninguém, não omitir os encargos da própria profissão.
Moderação - Evitar os extremos, especialmente enquanto ao remorso de feridas passadas.
Limpeza - Não tolerar sujeira física.
Tranqüilidade - Não se preocupar com o desnecessário, evitar culpar a si ou outros por acidentes.
Castidade - Usar da... 'veneriedade?'.... apenas para saúde e filhos, nunca para perjúria ou destruir a reputação própria e alheia.
Humildade - Imitar Jesus Cristo e Sócrates.
"

Ah, senhor Franklin, se você vivesse pra ver nossa geração...

Nenhum comentário: